domingo, 18 de julho de 2010

Música Barroca - Inglaterra

Na época barroca, em que, por toda parte, o principal elemento era o efeito exterior, teatral, brilhante, cheio de efeitos, uma música concertante para virtuosos que se apresentavam diante de um público, a música barroca inglesa não encontrou muito seu lugar. É que ela era mais “refinada” e profunda. Não necessitava de um estimulante ambiente de concerto público. Era uma música que se densenrolava no meio de incontáveis pequenos círculos de verdadeiros conhecedores. Os ingleses permaneceram tanto quanto possível presos aos instrumentos da família das gambas, à sonoridade doce e delicada destes instrumentos e isso importava mais que seu volume . Assim, a maior parte da música inglesa do século XVII é música de câmara . Entre os compositores mais significativos e típicos deste século de ouro da música inglesa se destacam John Cooper ( 1575-1626 ) e William Laws ( 1602-1645 ) .
Após alguns anos na Itália e de volta a Inglaterra, John Cooper, para se tornar mais conhecido, troca seu nome para Giovanni Coperario fazendo-se passar por italiano e, assim, ser mais considerado. Em suas composições, ele incorpora elementos italianos em formas puramente inglesas, do ponto de vista de densidade musical . No início do século XVII, alguns compositores italianos mudaram-se para a Inglaterra e em pouco tempo estavam compondo música puramente inglesa, tinham-se tornado musicalmente ingleses. Cooper, havia simplesmente trazido da Itália um nome italiano.
O mais importante aluno de Cooper foi William Laws, um dos maiores compositores do século XVII. As características de sua música são: uma incrível riqueza de idéias, uma linguagem sonora mais moderna e uma profundidade de expressão.
Henry Purcell ( 1658-1695 ) seria o último de uma série de grandes compositores que encarnam a grande época da música inglesa. Suas primeiras composições conhecidas são um ciclo de fantasias para três a sete gambas . As formas destas fantasias são bem tradicionais . Purcell as escreveu com 22 anos de idade e são suas únicas obras para esta formação. Nelas, as possibilidades técnicas e sonoras da gamba são exploradas ao máximo. Todas as composições posteriores devem ser compreendidas a partir dessas obras   .
A grande época da música inglesa barroca se encerra com Purcell , embora Haendel, que passou a maior parte de sua vida musical na Inglaterra possa também ser considerado o último compositor barroco inglês. O clima musical especificamente inglês moldou o estilo de composição. As obras de Haendel são na verdade um prologamento das criações de Purcell tal foi a influência que sofreu da sua música.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário